Skip to content

Conseguimos! Brasil se iguala aos EUA, pena que na coisa errada.

07/04/2011

Não dá para ter um post mais off topic que esse. Entretanto não rebaixa a relevância deste. Apesar deste país não me agradar, fico feliz quando vejo alguma evolução. Quando o dólar baixa e o real se aproxima dele é o que me deixa mais animado, afinal dinheiro é dinheiro.

Mesmo não gostando quero ver essa mer@#$ de país crescer, afinal é o meu país, quero ver ele se igualar aos países desenvolvidos. Só não tive o cuidado de especificar com o que que eu quero que o Brasil se iguale.

Hoje dia (07/04/2011) o Brasil se igualou aos EUA e foi no pior quesito, violência. Até o momento desse post 13 pessoas foram assassinadas em uma escola no Rio de Janeiro bem ao estilo Colombine. Um cara com problemas mentais e habilidade de operar e posse de, não somente uma mas, DUAS armas entrou na escola Municipal Tasso da Silveira na zona oeste do Rio e saiu atirando em todos.

Penso que ninguém faria tal coisa de graça. Algum motivo tem, motivo esse que o estado não conseguiu prever e nem impedir essa façanha. Alias deve ter sido muito fácil para o rapaz “serial killer” conseguir essas armas e toda a munição isso graças ao fortíssimo sistema de segurança do Brasil NOT. Anida por cima querem fazer a Copa e Olimpiadas aqui!

Porra Brasil, como disse Caetano à MTV, até quando? Chega de invasões da policia na favela, pois não deveria haver traficantes aos montes por lá. Chega de “fingir que ensina que finjo que aprendo” nas escolas públicas. E chega de médicos escassos para sistemas sobrecarregados. Está na hora das pessoas que deixam o país do jeito que está, falei com vocês todos, seus politicozinhos, passarem as rédeas às pessoas que queiram realmente ajudar o país de alguma forma.

A culpa dessas 13 pessoas terem morrido também é sua. É de você que vota as cegas, que escolhe os políticos engraçados ou que estão a muito tempo no governo(roubando diga-se de passagem). A culpa também é sua que se importa só consigo mesmo, afinal: “Foda-se os outros eu nem conheço eles!”.

Esse fato foi mais um dos milhares de passos errados que o Brasil tomou para chegar ao desenvolvimento. Vê se cresce Brasil!

3 Comentários leave one →
  1. 17/04/2011 19:19

    Acho que vão me apedrejar pelo que eu vou escrever aqui, mas beleza…

    Eu creio que entendo a atitude do Wellington (veja bem, entender não é concordar). Inclusive, outro dia eu estava conversando com um colega da universidade sobre a falta de segurança no campus e disse que uma solução para o problema seria chegar em uma sala de aula lotada com uma metralhadora e matar todo mundo, pois parece que só isso chama a atenção da mídia e do governo: uma grande tragédia. Ele concordou comigo.

    Também fui vítima de bullying na escola, mas sei que isso não é motivo para tirar a vida de outras pessoas. Essa é a culpa dele. Deixar uma pessoa assim, desequilibrada, ter acesso a armas de fogo: essa é a culpa do Estado.

    Ao contrário do que vejo dizerem em muitos artigos sobre o caso, não acho que o assassino tenta se isentar de culpa ao dizer que sofria bullying. Pra mim está claro que ele tinha consciência de que a culpa da morte daquelas crianças seria dele, mas ao dizer que ele foi motivado pelo bullying (mesmo tendo tentado destruir os vídeos) ele trouxe à tona essa questão importantíssima, que nunca recebeu a atenção merecida.

    • 18/04/2011 22:57

      salsa mode: on

      Seu inssenssivel VOCÇE DEVE ÇOFRER O QUE AS Mães DAQELA CRINHANSINHAS EM DOUBRO. ESPERO QUE TEJE UM FILIO PARA SABER O SofriIMENTO.

      QUE DEUS TEJE PERDAUM DE TODOS VOSSES.

      salsa mode:off

      Concordo plenamente com o colega Mamutti

  2. Luara Miranda permalink
    21/04/2011 17:18

    Concordo com os dois! Mas observe bem, não podemos ser extremistas (nem oito nem oitenta), mesmo que todos (inclusive nós) necessitem de um esporro de vez em quando.
    Enxergo esta tragédia mais como uma infelicidade do que subdesenvolvimento do nosso país. Realmente, a falta de estrutura e a tentativa de externar que o Brasil vive bem da maneira atual influenciam, e muito, a dificuldade de lidar com situações críticas. Vou utilizar a frase do nosso querido Mamutti, ” entender não é concordar”, para expor minha opinião. O que houve em Realengo e com o Brasil, além de algo muito triste, digo que tenha sido “azar”, afinal vejo o autor desta tragédia como um doente. Quem sabe se não era esquizofrênico? Não estou defendendo, muito menos “justificando”, não existe nada que abone a morte desses seres humanos, ou pior, destas crianças. Mas acontece que o Wellington era brasileiro,mas poderia ter sido japones, chines, americano, italiano, francês… Nossa única alternativa é adotar medidas para amenizar o impacto da infelicidade que se abateu sobre nosso país e, rezar, para que não ocorra o efeito de Werther. Realmente Mamutti, normalmente os brasileiros só acordam com os choques, mas o perigo é que nem todos tem maturidade e discernimento para compreender uma colocação como esta.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: