Skip to content

Adeus, netbooks! Olá, tablets!

14/08/2010

É engraçado ver como as tecnologias vem, vão e se revezam no domínio do mercado. Algumas ideias aplicadas aos produtos dão certo desde o começo e, de repente, perdem totalmente a sua fatia do mercado para uma tecnologia que já existe há muito tempo. Ou ainda, surge uma tecnologia nova, melhor, e não consegue conquistar nem mesmo os usuários da tecnologia que se tornou obsoleta.

Os primeiros computadores comerciais eram todos muito parecidos: imensos, caros e difíceis de usar. Não é a toa que dizem que nessa época os homens eram homens e faziam os seus próprios programas. Toda empresa que precisava de um computador tinha um mainframe, porque computador era sinônimo de mainframe. Hoje é raro (pelo menos para as pessoas da minha geração) alguém que já tenha visto um desses ao vivo. Eu mesmo nunca vi um. Será que esses computadores foram esquecidos? Definitivamente, não.

Pelo contrário, nunca antes na história dos mainframes eles foram tão bem utilizados, quem compra agora é porque realmente precisa. Já os desktops são os novos mainframes. Desde clusters e servidores até simples navegadores de internet, eles são “pau pra toda obra”, mas o perfil do usuário de desktop tem mudado bastante desde que eles se popularizaram: começou nos escritórios, depois foi para a casa dos mais nerds, de lá foi para a casa dos sobrinhos deles e hoje qualquer lugar tem um.

Desde que tive o meu primeiro notebook eu soube que nunca mais quereria um desktop, a não ser que fosse para jogar (muito improvável) ou para montar um servidor caseiro. Por muito tempo notebook era visto como coisa de executivo – tá, eles eram caros, mas isso era uma causa ou uma consequência? – e é cada vez mais comum ver pessoas de classe média comprando-os. Não foram os notebooks que mudaram, mas sim o mercado.

Então as pessoas começam a comprar notebooks para acessar a internet e ler emails em qualquer lugar e o argumento da mobilidade cai por terra assim que elas põem o note no colo pela primeira vez e veem que a coisa não é bem assim. Eis que aparece a Asus com seus eee PCs e todo mundo começa a fabricar os inéditos netbooks; depois aparece a Apple com seus iPads e todo mundo volta a fabricar os famigerados tablet PCs, que andavam esquecidos, e hoje já tem muita gente decretando a morte dos netbooks, assassinados pelos tablets.

A mensagem que a história nos passa aqui é clara: as tecnologias em si pouco ou nada tem a ver com o seu sucesso, é o mercado quem manda, e não necessariamente a melhor tecnologia é a que prevalece. Só falei de alguns tipos de computador, mas é fácil encontrar exemplos parecidos para qualquer coisa que envolve tecnologia.

PS: escrevi este artigo inteiro no processador de texto do meu novo smartphone, que pode não ser tão bom quanto um computador de bolso ou um PDA, mas fez eles praticamente sumirem das prateleiras.😉

10 Comentários leave one →
  1. 14/08/2010 19:08

    Cadê tu Mamutti? Quero ver o review do seu novo smartphone é aquele que vc estava olhando à tempos?

    • 14/08/2010 19:39

      É um Nokia E62 marrom (quase impossível de achar dessa cor no Google). Acho que nem vou fazer review, porque é um celular velho, obsoleto já. Mas ainda vou fazer um do megadrive e do Acer.

      • 17/08/2010 5:37

        Aproveita tua Canon A570 e tira uma foto. Nunca vi marrom. :p

  2. 17/08/2010 5:39

    Pois é. Notebooks cairam de preço legal.
    Atualmente já é possivel notebook com Core i3 por menos de 1400 reais. (Não que o i3 seja o melhor processador, mas também não é ruim.) (E sim, é com Linux… fazer o que? :P)

    • 24/08/2010 20:18

      Onde você achou um Core i3 por menos de 1400? O.o

      • 25/08/2010 0:52

        http://www.americanas.com.br/AcomProd/590/3157716
        Mas que fique avisado, vem com o tão aclamado SATUX Linux.

        • 25/08/2010 1:03

          Valeu! Mas nem ligo pro SO que vem, sempre acabo formatando pouco tempo depois. O que me incomoda mesmo é a marca CCE, que não me inspira a menor confiança.

          • 25/08/2010 2:59

            Tem outras marcas. Só procurar melhor. :p

  3. L. d. C. "Kamak" K. permalink
    11/09/2010 10:37

    Eu (des)conheço pessoas que utilizam netbooks por algum tempo, depois migraram para os ‘tabletes’.

    Não compreendo o porquê, já que ainda não vi informações o suficiente que me mudem minha opinião, a respeito dos ‘nets’.

    Para o meu caso, ano que vem, será “uma mão na roda”, provavelmente.

    Então para esclarecer algo pendente, a respeito dessa “disputa acirrada”, entre os itens citados, há algum outro artigo por aqui, que integre os produtos, uma vez mais!?

    Ajudar-me-á, certamente.

    Cordiais saudações.

Trackbacks

  1. Tweets that mention Adeus, netbooks! Olá, tablets! « iCaju -- Topsy.com

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: