Skip to content

Modos das câmeras digitais

28/11/2008
by
Atenção, este artigo foi escrito pelo Keaton originalmente para o iCaju. Se você encontrar-lo reproduzido na integra em quaisquer outros lugares sem os devidos créditos e informações sobre licensa, favor visitar o texto original e avisar, grato.

Um fato bacana é que com o tempo boas tecnologias ficam mais e mais acessíveis. E com a fotografia digital não poderia ser diferente. Hoje, com menos de 350 reais, você pode comprar legalmente* uma câmera digital decente, o que não era uma realidade há dois anos atrás quando uma câmera digital decente custava SEISCENTOS DÓLARES!

Uma das coisas que mais confunde a cabeça dos novatos do mundo da fotografia digital é a bendita “rodinha dos modos” e todas aquelas opções. Admito que em 2007, quando eu usei uma câmera que tinha tal rodinha pela primeira vez (uma Sony P10, acho) eu não sabia como lidar e, como todo bom homem, não dei o braço a torcer e nem perguntei como fazia, apenas fingi que sabia o que estava fazendo. O fato é que eu NUNCA tinha visto aquele tipo de “menu”; a câmera que eu tinha na época, uma Nikon Coolpix L1, tinha um controle tipo “slider”.

Agora que eu estou com uma câmera digital mais avançada para aprender a lidar com os controles manuais, resolvi compartilhar um pouco do conhecimento que eu adquiri nesses três meses que eu estou com a mesma. Quando eu vi aquele leque de opções, nem sabia por onde começar! Mas com um pouco de tempo e algum RTFM, percebi que não era nada de outro mundo. Para falar a verdade é bem simples.

Para começar vou separar e explicar os modos da câmera em três tipos:

  • Automáticos: são aqueles que a câmera toma todas as decisões sozinha (menos escolher qual modo vai ser usado, lógico)
  • Semi-automáticos: são aqueles que permitem alguma configuração e a câmera cuida do resto.
  • Manual: é aquele (só tem um!) que você precisa configurar tudo e a câmera não vai cuidar de nada.

Os principais modos são:

Modos automáticos:

  • SP: Special Program. Este é um modo que tem alguns modos pré-configurados. Cada modo é especifico para uma coisa. Por exemplo, Esporte, Noite, Fogo De Artifício, Anoitecer, Neve (:P), Praia, Museu, Festa, Flor, Texto, Paisagem, Construções, Retrato e outros. Lembrando que algumas câmeras podem possuir esses modos na rodinha, então não se preocupe. (A minha S6000fd tem o modo paisagem e o modo retrato na rodinha.)
  • AUTO: Automático, como o nome já diz, este é o modo completamente automático. A câmera se encarrega por tudo, tudo que você tem a fazer é apertar o botão. (Eu sinceramente não gosto dele.)

Modos semi-automáticos:

  • Av ou A: Aperture Priority (prioridade de abertura), nele você controla a abertura do diafragma e a câmera decide o tempo de exposição necessário.
  • Tv ou S: Shutter Priority (prioridade de obturador), este (a grosso modo) é o contrário do Aperture Priority, nele você controla o tempo de exposição e a câmera se encarrega da abertura.
  • P: Program (programa). Este apenas lhe permite controlar algumas coisas como o ISO e exposição e se encarrega de cuidar do tempo de exposição e da abertura do diafragma.

E finalmente o modo manual:

  • M: Aqui é você quem manda, a câmera não vai decidir nada. (Nem mesmo corrigir uma foto sub/sobre exposta). Ele é completamente manual (d’oh!) e onde você pode controlar (quase) todos ajustes da câmera. Usando este modo, sua imaginação e um pouco de treino, você conseguirá tirar fotos MUITO boas. Cuidado, este modo vicia! 😀

Outros modos:

  • Filmadora: Grava vídeos, toda câmera que se preze tem este modo. 🙂
  • Burst: Também conhecido como fogo rápido (rapid fire), ele serve para tirar várias fotos seqüenciais.
  • HDR: Na Fuji S6000fd, ele está descrito como “Auto Bracketing”, ele serve para tirar uma foto sub exposta, uma foto sobre exposta e uma foto normal, isso serve apenas para facilitar o HDR**. Este modo é bem raro em câmeras, mas você pode fazer o HDR sem ele.

Esses são os modos mais comuns das câmeras. As mais baratas podem não ter todos esses modos, mas certamente também servirão para tirar ótimas fotos e guardar para recordação. Espero que tenha explicado mais que complicado…

* entenda por “legalmente” o comprar na loja com nota fiscal e Custo Brasil impostos abusivos.
** High Dynamic Range, outro dia eu explico melhor. 🙂

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: