Skip to content

N razões para usar um cliente de email offline

16/10/2008

Ultimamente tem sido cada vez mais comum ver serviços da Internet migrando suas interfaces do desktop para a nuvem. Isso se deve em grande parte a avanços tecnológicos, como a invenção o AJAX, que permitiram a criação de páginas muito menos estáticas e mais parecidas com uma aplicação rodando no próprio computador. Um outro motivo é a interoperabilidade e a (quase) ausência de problemas de instalação, configuração, bugs, etc, e é principalmente por causa desse motivo que eu creio o futuro será cloud computed. A web foi evoluindo de tal forma que acabou se tornando uma plataforma de software e chegou ao ponto de ser uma alternativa viável a rodar os programas na própria máquina, e o pior… isso não foi intencional! (ao menos aparentemente)

Eu, e certamente os fabricantes de hardware também, detestamos a idéia de que o poder computacional se tornou cada vez mais acessível à população para depois se tornar subutilizado, isso é absurdo. Para as empresas de software esse modelo seria muito fácil de manter, porém o usuário é prejudicado porque fica dependendo da conexão para poder usar o computador até mesmo para as coisas básicas. Mas quem liga para o usuário, né? Quem faz o software é que decide… mas chega de falar sobre esse assunto e vamos ao que interessa.

O webmail com certeza é uma coisa que não dá pra viver sem. Apesar do meu discurso anti-cloud-computing eu concordo que ter de fazer um monte de configurações só para ler um simples recado (sim, não é só o orkut que serve pra mandar recados!) é muito chato e cansativo, mas para uso diário, em casa, um cliente offline proporciona uma experiência muito melhor.

Gmail, quer dizer Greatest Mail ;)
Gmail, quer dizer Greatest Mail 😉

Pra começar, uma das vantagens de se usar um cliente de email é poder ler e gerenciar várias caixas de entrada ao mesmo tempo, de forma organizada. Considerando que quase todo mundo hoje tem, ou deveria ter, mais de um email isso é uma mão na roda. Você pode mudar a prioridade de sincronização com o servidor de acordo com a importância da conta, por exemplo, a sua conta para questões de trabalho é checada a cada dez minutos enquanto aquela conta que seus amigos e parentes lhe enviam aquelas correntes, vírus, slides e outros “malwares” duas vezes ao dia.

Escrever um email também se torna bem mais fácil. O processo de carga dos anexos é instantâneo e menos sucetível à falhas: clicou no arquivo tá anexado. É possível criar assinaturas personalizadas para cada conta de email, além de poder usar a saída de scripts como assinatura, uma função para a qual até hoje não achei uma utilidade prática, mas que considero muito útil.

Se o servidor de email suportar IMAP (como no caso do Gmail) é possível recuperar as pastas criadas pelo webmail, criar novas pastas e filtros, marcar emails como importantes e etc. Nesse quesito os clientes de email não devem em nada ao webmail.

Na hora de ler as mensagens pode ser notado um aumento na velocidade, afinal a mensagem já está lá, gravada no seu HD. Ao ler poucos emails esse ganho de velocidade não faz tanta diferença, mas experimente deixar de acompanhar uma conta de email por um bom tempo (o suficiente para acumular mais de cem mensagens) e tente ler tudo de uma vez. Pra se ter uma noção, eu estava com mais de duzentas mensagens acumuladas em minha conta pessoal, e em apenas uma tarde, usando um cliente de email, no caso o KOntact (KMail) consegui ler todos e ainda ver os anexos.

Sem um cliente de email é preciso que o usuário instale um notificador ou mantenha a aba aberta e (caso o site não faça isso sozinho) sempre vá atualizando-a manualmente para saber se chegaram novas mensagens. O cliente offline dá conta disso de uma forma bem mais eficiente, semelhante a um notificador: o programa roda em segundo plano atualizando as caixas de entradas nos períodos de tempo configurados e quando há alguma mensagem nova ele avisa através de um ícone na barra de notificação do sistema operacional.

Não poderia esquecer de citar a capacidade de não estar sincronizado com o servidor de email. Alguns podem perguntar se isso não seria uma desvantagem, mas imagine que você nem sempre esteja conectado à Internet. Nesse caso você não poderá enviar ou ler seus emails pelo site e não será possível ler os emails que chegaram durante o tempo em que se esteve offline, mas ainda assim será possível ler os emails já sincronizados e armazenados pelo cliente de email e criar novas mensagens para serem enviadas na próxima sincronização, libertando assim o uso do email do uso da interface web.

Eu poderia continuar dizendo que a integração com o sitema operacional é uma grande vantagem, poderia continuar dizendo que os clientes de email permitem a configuração de chaves de criptografia para que você possa provar aos seus remetentes que foi você mesmo(a) que enviou a mensagem, poderia continuar dizendo que as interfaces dos clientes respondem bem mais rápido que as dos webmails, mas eu não quero extender mais este já longo artigo, portanto a minha dica aqui é que você baixe um cliente e faça o teste você mesmo. Eu recomendo o Evolution tanto para Linux como para Windows ou o Thunderbird.

Ah! Por último e não tão importante, este artigo é uma sequela da quase esquecida série “Nunca pensei que fosse precisar disso antes”, que começou com este artigo sobre o Delicious.

Anúncios
2 Comentários leave one →
  1. 16/10/2008 11:47

    O ThunderBird é MUITO melhor que o Evolution.

    Mas sendo sincero…. qual a grande idéia de transformar os nossos computadores em novas versões dos antigos “terminais burro”? Antigamente era economizar dinheiro, uma vez que os componentes eram caros… atualmente não sei, acho que é só mais uma modinha ridícula. :p

  2. Mamutti permalink
    17/10/2008 20:24

    @Keaton: eu gostei bastante da interface dele, achei bem simples de usar, mas prefiro o Evolution por causa de alguns recursos como o preload dos anexos, o seletor de servidor de envio ficar na tela de escrever os emails, o gerenciamento de assinaturas, fora a interface GTK+ que eu acho bem mais bonita do que Qt… com qualquer tema. E não é justo comparar o Thunderbird com o Evolution: um é cliente de email, o outro é um organizador pessoal completo, talvez colocando umas extensões no Thunderbird…

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: