Skip to content

Conciliando as necessidades fisiológicas com as blog-ológicas

26/08/2008

Um dos grandes problemas enfrentados pelos blogueiros é a falta de sono, ela é responsável por inúmeros problemas de saúde, e também esgotamento físico e mental. Os médicos são contra a esse estilo de vida, mas o que eles têm haver com nossas vidas. Sendo assim continuamos a sacrificar belas, quentinhas, aconchegantes, macias noites de sono. O que nós não fazemos por vocês, leitores.

Parece fácil simplesmente parar de escrever para seu blog, mesmo que sem computador ele parece nos chamar, como as encantadoras sereias do séc. XIX. Fica claro isso quando vemos a matéria de Mamutti, feita pelo meu celular na sala de aula. Não é possível que não há nada à ser feito. Com isso tentei alguns métodos. Mas vamos conhecer a vida de um blogueiro, nem tão blogueiro assim: eu.

Começando pelo amanhecer, que quase não vejo, pois ainda é madrugada quando acordo, para poder concluir o ensino médio. Após um belíssimo dia aprendendo coisas novas e inúteis necessárias, me preparo para mais algumas horas confinado, mas agora, pelo menos, estou fazendo o que gosto, Desenvolvimento de Software, como foi comentado por Mamutti. Seguindo por quatro horas e meia com apenas dez minutinhos de intervalo fica difícil dar um descansada. Isso acarreta um acumulo de cansaço, e não posso ao menos descansar quando chego em casa pois tenho que cuidar do iCaju, junto a Mamutti. No final do dia sobram apenas quatro horinhas para fazer tudo o que quero e preciso. Se cumpro esse horário a risca durmo apenas o necessário, oito horas, que é indicado pelos médicos. Poderia ficar até mais tarde mas o sono acumularia.

É por ai que meu método age. Trato minhas horas de sono como se fossem finanças, tendo o máximo controle dos gastos. Desse modo tenho um controle do que posso ou não fazer. Poderia passar o dia todo sem dormir, escrevendo para e lendo blogs. Porém teria de dormir dezesseis horas no dia seguinte. Não posso dizer que é um método 100% eficiente, mas que ajuda, não posso negar. Isso sem considerar que cada um tem suas necessidades. Para ajudar mais é preciso fazer tudo o mais rápido possível, até mesmo naqueles momentos íntimos que temos com nossos banheiros e vasos sanitários.

Por fim reservo dez minutos, as vezes 20, para a televisão, idolatrada por mim e minha família (apenas canais fechados). As últimas informações recebidas pela minha massa cinzenta são as da televisão. Depois, como disse nossa querida Marta Suplicy, é só relaxar e gozar de um bom sono. Isso não é algo importante mas sim necessário. Somos seres humanos, ainda, não podemos passar dias a fio sem um breve momento de sono, como faz nosso colega Mamutti. Dormir na sala de aula no meio do assunto de matemática não é o melhor jeito de acabar com o sono, viu Mamutti!

Anúncios
3 Comentários leave one →
  1. Mamutti permalink
    27/08/2008 3:59

    Hehehehe! Há dois dias já eu dormi assim que cheguei em casa e acordei 3h da manhã, ficando até 5 no PC. Infelizmente assim eu não vejo meu pai, não tomo café de noite, não converso pelo MSN nem pelo IRC. É que é tão difícil dormir 9 horas…

  2. Hawk permalink
    28/08/2008 10:14

    Lembro dos meus tempos de colégio. Sentava no fundão e dormia gostoso, minha ex-namorada ficava passando a mão na minha cabeça – de cima – e eu dormia até o sinal tocar que era hora do intervalo. Não trabalhava, não tinha preocupações, era só colégio e casa, ai ai, bons tempos, eu era feliz e não sabia. Hahahahaha…

Trackbacks

  1. Mais uma vez a vida tripla dá problemas « iCaju

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: