Skip to content

Bahia e Microsoft unidas em prol da educação

27/04/2008

O Governo da Bahia agora está unido à Microsoft com a intenção de promover inclusão digital em seu estado, de forma que os alunos da rede pública tenham acesso à tecnologia.

Assinado dia 23 de abril o protocolo que une a Bahia à Microsoft prevê a colaboração mútua para o desenvolvimento de projetos de inclusão digital. O acordo foi assinado pelo atual governador da Bahia, Jaques Wagner e pelo presidente da Microsoft Brasil, Michel Levy. Ao contrário do que achavam os baianos não são tão lentos assim. Com a parceria a empresa oferecerá apoio para cursos vocacionais, como o programa de formação Aluno Monitor Microsoft, para 4.500 alunos de escolas públicas estaduais. A pergunta é: será que esses alunos vão querer fazer esses cursos uma vez que, em sua maioria, eles são tidos como desleixados?

Mais do que tudo, esse protocolo vai repercutir em uma grande mudança na qualidade dos professores em todo o estado. Primeiramente os professores das escolas estaduais e publicas terão de ser capacitados para formarem os monitores e também para atenderem ao programa English for All, que pretende difundir o inglês entre os alunos monitores.

Se mostrando uma empresa preocupada com o crescimento do estado baiano (e em viciar desde cedo os alunos em seus produtos), ela irá fazer doações de softwares destinados ao uso educacional. Segundo Jaques Wagner “Trata-se de ferramentas de trabalho muito importantes para quem vai ingressar no mercado de trabalho em busca de emprego”. Esse projeto atingiu proporções consideráveis, tanto que durante o seu desenvolvimento o governador do estado teve de fazer encontros com o todo-poderoso Exmo. Sr. Bill Gates, dono do mundo fundador e presidente do Conselho de Administração da Microsoft.

“Acreditamos que cada indivíduo, cada pessoa, tem um imenso potencial a ser realizado e que a tecnologia é uma ferramenta que pode ajudar e muito a atingir este objetivo. A Microsoft entende que, desta forma, ajuda a contribuir para tornar o país mais competitivo, o que é parte do compromisso de longo prazo da empresa com o Brasil”, palavras de Michel Levy.

Como se já não bastasse tanta evolução de uma vez só, o protocolo visa ainda a instalação do primeiro laboratório de Interoperabilidade do Nordeste, em parceria com a Universidade Federal da Bahia, com o objetivo de lá desenvolver projetos focados na co-existência entre a plataforma Microsoft e soluções de código aberto.

Ultimamente a Bahia tem sido sinônimo de crescimento, tanto tecnológico, como estrutural e industrial, por isso tem chamado a atenção de várias empresas, mostrando que lá tem gente querendo crescer, e muito.

Fonte: S2 Comunicação Integrada

Anúncios
2 Comentários leave one →
  1. Luiza Lage permalink
    27/04/2008 20:53

    poooow..
    estão legais pra caramba os textos..
    ja soube que são vcs que escrevem..
    parabens!
    tá muito massa..
    beijos

Trackbacks

  1. Bahia e RedHat perfeito casal « iCaju

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: