Skip to content

Review: Multifuncional HP Deskjet F4280

10/02/2010

Há tempos que estávamos precisando de uma nova impressora aqui em casa. A Lexmark Z33 velha de guerra que usávamos tinha péssimos drivers, cartuchos minúsculos e difíceis de recarregar e ainda por cima estava engasgando papel. Além disso, por diversas vezes precisamos de um scanner e ficamos na mão.

Atrás de uma solução mais barata e compacta comecei a pesquisar preços de multifuncionais (por sinal, um termo bastante vago para definir impressoras com scanners e que tiram cópias). Não precisei procurar muito, pois logo de início defini a marca que queria: HP. Motivos? A qualidade (da maioria) dos produtos da empresa, que está bastante consolidada no Brasil, sendo fácil encontrar suprimentos e assistência técnica, e principalmente pela excelente compatibilidade com Linux.

Até hoje fico surpreso ao lembrar que, uma vez, na casa da namorada, uma amiga desastrada (sim, ela mesmo Perini) ligou a multifuncional sem querer enquanto o computador estava rodando Ubuntu. Em três segundos ele mostrou um popup informando que a impressora já estava instalada e configurada como padrão. Já o scanner foi detectado “automagicamente” pelo XSane, que já vem incluso na distro. Isso fez a HP (e o Ubuntu) ganharem muitos pontos comigo.

Mas voltando a vaca fria… decidida a marca, faltava escolher o modelo. A linha de multifuncionais HP não é muito grande. Em geral, a cada “safra” eles lançam dois modelos voltados para cada segmento de mercado. São eles: fotografia, escritórios pequenos e escritórios grandes.

Como não havia necessidade de nenhum dos recursos oferecidos pelos modelos mais caros e não imprimimos muitas fotos, escolhemos uma multifuncional para escritórios simples, que por coincidência são as mais baratas. Alguma conexão de rede até que seria interessante, porém ainda é meio caro. Sendo assim, optamos pelo modelo da foto:

HP Deskjet F4280

A HP Deskjet F4280 é simplesmente uma multifuncional jato de tinta colorida simples. Ponto. Não tem wi-fi, muito menos ethernet, sua conexão com o computador é feita usando o cabo USB padrão para impressoras, não incluso (GOD DAMMIT HP!!!). Assim como todas do gênero, a F4280 funciona em modo standalone, sem necessidade de ligá-la a um computador para tirar cópias. Infelizmente este modelo não possui PictBridge ou entrada para memórias flash, ou seja, não há como imprimir arquivos sem ter de conectá-la a um computador.

Através de um simples painel o usuário pode fazer ampliações, definir o tipo de papel e a quantidade de cópias, além de verificar o nível de tinta dos seus dois cartuchos individualmente. Ontem o medidor da tinta colorida me deu um susto ao informar que o cartucho colorido tinha terminado. Quando eu reiniciei a impressora ele foi “misteriosamente” preenchido. ;) Há também botões para interromper/cancelar e para continuar trabalhos de impressão. Tudo muito objetivo e rasteiro, nada de LCD’s ou touch-screen, só LEDs e botões. E o botão de liga/desligar (Capitão Óbvio ao resgate!).

K.I.S.S. Seal of Approval

Há duas portas de compartimentos nessa HP, uma frontal que não tem muita utilidade – a não ser que ela COMA o papel, até já aconteceu uma vez mas a folha estava meio amassada então vou pegar leve aqui – e uma porta lateral que serve para trocar os cartuchos. Atrás estão os conectores da fonte (bivolt automática) e USB tipo B. A bandeja de papel possui um design feio e mal-projetado, o papel depois de impresso vive encrencando na sua ponta e por pouco não é puxado de volta para dentro.

Compartimentos, abrir!

Porta frontal, mostrando o "estômago" da F4280

Nem precisava dessa porta, bastava os cartuchos pararem na outra...

A famigerada bandeja de papel

A tampa do scanner pode ser facilmente retirada quando você quiser digitalizar livros, mas não conte com isso: um livro aberto é quase sempre maior do que a área disponível do scanner, e outra, qualquer distanciazinha do vidro e a imagem fica toda borrada e ininteligível. Brochura, então, é terrível! Parece que este é um defeito de várias outras multifuncionais low-end.

Não, não quebrei nada, é assim mesmo.

Pra piorar, o scanner não captura toda a área do vidro, cortando (ou cropando, em photoshopês) alguns milímetros em cada borda, como uma espécie de margem, o que não chega a incomodar muito, mas é um porre na hora de escanear fotos, documentos e outros papéis impressos até a borda. A saída aqui é centrar o papel no vidro e cropar no computador (até o MS Paint faz isso fácil fácil).

Na primeira vez em que é ligada, e imagino que também aconteça quando novos cartuchos são inseridos. Ela imprime uma página com instruções e várias marcações pretas e coloridas sobre como calibrar a impressora. Lendo as instruções (em várias línguas) você descobrirá que basta colocar a folha no scanner e pressionar o botão de digitalizar. Depois disso a impressora está pronta para o uso.

Não ligo muito para velocidade de impressão, mas percebi que a impressão colorida sempre leva quase o dobro do tempo da impressão preta. Quanto a qualidade da impressão não tenho do que reclamar. Fora o fato de borrar o que não está encostado no vidro a qualidade das cópias e imagens geradas pelo scanner é satisfatória. Segundo o Keaton:

…o cartucho de tinta colorido original da HP Photosmart 7260 deu problema [...], logo na primeira recarga. [...] A HP DeskJet F4280, com uma pesquisada melhor descobri que os drivers são bugados, o scanner é mais ou menos (o que poderia não me atender) e aparentemente usava os mesmos cartuchos caríssimos da HP Photosmart 7260;

Não testei os drivers que vieram com a impressora pois usei o que já vem no Ubuntu, e ao compartilhá-la na rede os computadores usaram os drivers que já vem com o Windows 7, esses eu posso garantir que funcionam bem. Também não sei se é fácil recarregar os cartuchos da F4280 ou o preço de cartuchos novos, mas uma coisa eu posso afirmar: o scanner poderia ser bem melhor. Não que eu espere uma vantagem grande comparando com o scanner de outras multifuncionais na mesma faixa de preço…

Especificações técnicas

  • Velocidade de impressão: até 26 ppm em preto, até 20 ppm em cores
  • Resolução de digitalização: até 1200 x 2400 dpi
  • Cópia: redução/ampliação de 25 a 200%
  • Manuseio do papel: de 3 x 5 pol. a 8,5 x 24 pol. (7,62 x 12,7 cm a 21,59 x 76,20 cm)
  • Recursos especiais: bandeja de papel dobrável, impressão de fotos sem borda desde o tamanho 10 x 15 cm até panorama

Veja as especificações completas aqui.

Considerações Finais

Prós

  • Design bonito;
  • Ótima qualidade de impressão;
  • Medidor de nível de tinta dos cartuchos;
  • Bom custo/benefício;
  • Painel de fácil operação (a prova de pais);
  • Tampa do scanner removível.

Contras

  • Scanner com pouca profundidade de campo, margem indesejável e área pequena;
  • Não vem com o cabo necessário para ligar ao computador;
  • Não possui PictBridge ou entrada para memória flash;
  • Bandeja de papel mal-desenhada;

Conclusão

Estou satisfeito com a compra e apesar de ter me decepcionado um pouco com o scanner a multifuncional é bonita, fácil de usar e atende às necessidades para as quais ela foi comprada: imprimir pequenas imagens e textos, fazer cópias e digitalizar e imprimir fotos. Recomendo a F4280 se você está a procura de uma multifuncional barata para usar em casa com ótimo custo-benefício: foi em torno de R$280 e a HP dá garantia de 1 ano.

UPDATE: Ouvi dizer que os cartuchos utilizados nessa impressora e em outros modelos com medidor de tinta possuem um chip que conta a quantidade de páginas impressas e portanto pode dificultar a vida de quem recarrega seus cartuchos, uma vez que é necessário um procedimento adicional para corrigir o nível de tinta indicado pela impressora e fazê-la funcionar normalmente. Ao que parece, não é somente esse a F4280 que usa esse tipo de cartucho. É bom averiguar esses detalhes antes de comprar qualquer impressora da HP.

About these ads
13 Comentários leave one →
  1. 27/02/2010 1:25

    Segundo o dono da multifuncional (HP Photosmart Premium com fax), o problema dos drivers são os drivers HP para o Windows XP.
    Os ‘genéricos do Windows’ até permitem “funcionar”, mas os recursos mais avançados… ah… ai são outra história.
    (Nota: Recursos mais avançados = escolha de DPI e tals. Ficou quase igual uma camera point-and-shoot.)

  2. 27/02/2010 1:32

    Aparentemente tem algo disso no cartucho, mas você pode resetar o cartucho ou fazer com que ele tenha amnésia.

    Recarregar é fácil demais, ainda mais se forem iguais aos cartuchos da HP PhotoStupid 7260.

    O scanner não é lá tão ruim, o problema é que a HP sempre consegue ferrar uma coisa que tem de tudo para estar acima da média.
    Ps.: Tem certeza que não são os drivers opensource com problema?

    • 05/03/2010 18:40

      Não são. O problema aparece usando a multifuncional no modo copiadora.

      Vi algo sobre essa “amnésia” mas não gostaria de estar na pele de quem vai explicar a uma salsa que para o cartucho recarregado funcionar é preciso isolar alguns contatos, etc. :P

    • 05/03/2010 18:42

      Não são. O problema também aparece no modo copiadora.

      E eu vi algo sobre essa “amnésia” mas achei meio POG. Não recomendaria que qualquer um fizesse isso (isolar contatos no cartucho, etc).

  3. 02/03/2010 13:06

    Ah sim, “qualquer distanciazinha do vidro e a imagem fica toda borrada e ininteligível. Brochura, então, é terrível! Parece que este é um defeito de várias outras multifuncionais low-end.”
    Não é defeito, é feature dos Sensores CIS. Esse tipo de sensor não tem profundidade de campo. Mas em compensação o sensor CIS lida muito melhor com linhas que os CCD, que são melhor com cores. :p

    De qualquer jeito, me reservo ao direito de estar errado e de ser corrigido. :p

  4. 04/03/2010 14:55

    Passei pra conhecer seu blog, e desejar boa tarde

    bjs

    aguardo sua visita :)

  5. 11/04/2010 18:15

    tenho um HPF4280 e só ta me dando raiva. ta dando um erro, e imprimindo um pagina com as cores e um monte de número tipo códigos, depois imprime oque vc quer mas tudo borrado, como se imprimoisse por cima.
    não é prob de cartucho pois coloquei em outra mesmo modelo e funcionou perfeitamente.
    Além de nao funcionar em rede. En fim

    Alguem teria um solução pra esse problema?

  6. rosana permalink
    19/08/2010 12:26

    Eu gostaria de saber de vcs se a função scanner (que uso muito), só funciona se o cartucho estiver na impressora, pois fiz o teste aqui na minha e acontece isso de não funcionar com o cartucho??? Pq tiro o cartucho? é pq me disseram que toda vez que ligo o compute com a impressora o carretel é acionado, fazendo com que o cartucho faça este movimento e aí gasta mais tinta, pelo menos na minha que uso muito pouco a função de impressora em 1 mês tive que compra cartucho duas vezes… por favor preciso de help ou a impressora precisa de conserto ???

    • 24/08/2010 20:30

      Rosana, o scanner funciona normalmente mesmo estando a impressora sem cartuchos, mas pode ser que no Windows* o driver dela tenha alguma espécie de bloqueio quanto a isso.

      * uso Ubuntu aqui

    • 28/08/2010 5:03

      Teóricamente não é necessário o cartucho para escanear.

      Ah, tirar o cartucho para evitar que a impressora teste o cartucho é uma besteira sem tamanho (uma vez que quando você coloca ele de volta ele faz o teste).

      Só você que usa essa impressora? Quanto tu imprime por mes? (xxx fotos/xxx folhas).
      De repente você está gastando mais tina que você pensa. :p

  7. Rama permalink
    25/02/2011 17:29

    Não aconselho comprar essa droga . Tô usando para não colocar logo no lixo. Recentemente comprei cartuchos de 28 ml, pois ela vem com 5ml que não dá pra nada. Sugiro comprar uma epson com um kit externo de tinta e é o que vou fazer. Não é recomendavél colocar o kit externo nela. Quero saber como resetar os cartuchos para doar essa droga.
    Alguém sabe se existe drive de rede para usar o scanner?

    • 25/02/2011 18:54

      Ouvi falar de um esquema que você faz um curto circuito em alguns contatos do cartucho para que a impressora pense que ele está novo de novo, mas não pesquisei a fundo. GYIF

  8. Rama permalink
    27/02/2011 13:20

    A farsa do cartucho hp 60
    Vejam a esperteza que a hp faz conosco. Haja dinheiro p comprar cartucho. Menos de 5 ml ?
    Não atualizem o programa se a impressora funciona blz, isso só faz detectar se o cartucho foi trocado.. Aí o vídeo: http://www.youtube.com/watch?v=ZCFuXcpdg64

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

Junte-se a 226 outros seguidores

%d blogueiros gostam disto: